23 de janeiro de 2018

Não, não acredito em bruxas...

Mas acredito na inveja negativa (haverá positiva?) que as pessoas podem sentir umas pelas outras. Percebemos que isso existe quando sentimos que, afinal, aqueles que achávamos que nos queriam bem, ficam felizes com os nossos sucessivos azares. Ainda há pouco tempo tive um exemplo disso. Em tom de desabafo, queixava-me que os últimos tempos tinham sido cheios de chatices... Resposta do outro lado, com um sorriso mal disfarçado: Pois é... Para andar para trás na vida é um instantinho... 

Amigos genuínos? Que ficam felizes por nós e preocupados connosco? Onde é que eles tão? 

Honestamente, vejo mais as pessoas a sentirem-se bem com o insucesso dos outros do que com o contrário, e não falo só por mim. Infelizmente, a inveja feia existe e percebe-se a quilómetros. 

Claro que não estou a culpar ninguém porque as coisas não estão a correr bem deste lado. Porque o haveria de fazer? Quando falo que acredito na inveja, quero dizer que acredito também na possível energia negativa que esse sentimento traz. E às vezes estamos rodeados de pessoas que transmitem essas energias negativas que parecem que nos sugam a alma, o sorriso, a paz... E como o negativo atrai o negativo... 

Não sei se o que escrevo faz algum sentido... Para mim faz, porque me sinto rodeada de energia muito pouco positiva. Não só vinda de pessoas, como de lugares, e até de mim, porque se calhar estou a deixar-me levar por tanta negatividade junta. E o que preciso é limpar toda esta má energia que anda colada a mim... 





Sem comentários:

Enviar um comentário

Hi there!

*Leave joy, take joy.* ;)