Um passo atrás...

Diz a médica que faz parte do processo, que haverão alguns recuos ou desvios, até chegar ao derradeiro destino. Honestamente, começo a achar que a culpa é só minha, que não abrando o ritmo quando sinto o corpo e a mente a pedir mais calma, mais descanso. Mas ela diz que é normal, que todos (mesmo os que não estão doentes como eu estou) temos dias de mais cansaço. Há dias melhores, há dias piores, faz parte, e este recuo não significa que não esteja no bom caminho. 

Não sei... Só sei que as enxaquecas voltaram, porque voltaram as insónias e, por isso, os comprimidos para dormir regressaram à mesinha de cabeceira, e as cápsulas S.O.S. para as dores estão novamente naquele mini cesto de comprimidos que já estava guardado. 

Respiro fundo... Uma, duas, três vezes... Quero acreditar que é só mais uma fase curta... 


De coração, espero que o Natal me traga mais saúde. E mais calma em todos os meus dias (tenho andado muito enervada). Já agora, se não for pedir muito, umas noites bem tranquilas, com um sono reparador. 🙏

Sem comentários:

Enviar um comentário

Hi there!

*Leave joy, take joy.* ;)