29 de novembro de 2017

Não tenho paciência para birras!

Nisto de ser mãe, há uma coisa que me incomoda bastante: não tenho mesmo paciência para birras. Nunca tive, mesmo quando tomava conta dos meus sobrinhos e chegava a dizer que um dia, filho meu, iria aprender à primeira a não fazer birras. Isso, soltem uma gargalhada! Eu também me rio agora enquanto penso como estava enganada...

Pois é... Não gosto mesmo nada de birras mas já percebi que são coisas que não posso controlar. E também já aprendi que faz parte do crescimento, sabendo que há crianças mais birrentas que outras. O meu filho está ali no meio termo, mas para mim isso já é demasiado! Reviro os olhos sempre que percebo que está a fazer birra, começo a fumegar pelas orelhas e perco a paciência em segundos... Bem tento contar até dez, mas ainda estou no número quatro e já estou a mandá-lo calar. Não devia, eu sei, mas nem sempre (a maioria das vezes) consigo controlar-me. E o que é certo é que ralhar, muitas vezes, piora a situação e em vez de ter que resolver uma birra, tenho que resolver um choro birrento (bem pior, garanto!).

Não, ainda não fui presenteada com uma daquelas birras de espernear no chão, felizmente!

E esta é a minha grande falha como mãe. Pronto, já admiti. Bem gostava de ser diferente e ter essa qualidade e capacidade (ser uma pessoa muito zen perante uma birra) mas ainda não o consegui. Quem sabe um dia?

Até lá, prometo melhorar. E ignorar. Talvez seja o melhor a fazer na maioria das situações. E, já agora, ignorar também as birras de adultos (que as há!). 

Querem partilhar comigo como gerem as birras dos vossos pequenos? 😊


4 comentários:

  1. Um bom tema :) por este lado, o meu pequeno ainda não faz muitas birras, mas quando acontecem a técnica é tentar distraí-lo com outro assunto. Às vezes, funciona, outras não. Confesso que também lido um pouco mal com birras e mau-comportamento. O meu ponto fraco é mesmo a paciência, o que faz com que "ralhe" ao meu filho mais vezes do que gostaria, até porque na realidade não funciona nada mesmo.
    Somos mães perfeitamente imperfeitas! :) faz parte! Tenho fé que ao crescerem tudo fique mais fácil de gerir!

    ResponderEliminar
  2. Há dias em que perco a paciência facilmente. Também detesto birras e andam os dois numa fase difícil cá por casa, ora é um oura o outro e muitas vezes os dois. É desesperante. Muitas vezes pergunto-me onde ando a errar...
    Depois há outros dias em que estou mais paciente e tento ignorar e aí as coisas correm bem melhor...
    Mas o tema "birras" não é fácil! Leva-me à exaustão.
    Força para aí e doses de paciência para nós!

    ResponderEliminar
  3. O T. nunca foi de grandes birras, para sorte minha. Para compensar o M. com apenas 15 meses já as faz. Até tenho medo do que ai vem. Cheira-me que também não vou ser das pacientes...

    ResponderEliminar
  4. Também não tenho paciência nenhuma, não tenho filhos mas tenho uma afilhada pequena e assim que começa com birras parvas fico logo passada mas controlo-me :p
    Mas quando tiver filhos e sendo algo provavelmente constante sei que a minha paciência vai ser muito testada ahah

    ResponderEliminar

Hi, there!
*Leave joy, take joy.* ;)