17 de novembro de 2017

"Crie um blog", disse-me ela...


Numa das minhas últimas consultas, a minha médica dizia-me que devia falar mais dos meus sentimentos. Verbalizá-los e não guardar tudo para mim porque via-se que era algo que acabava por me fazer mal. Ora, uma vez que não me sinto à vontade para falar de tudo o que me vai na alma com as pessoas (mesmo em quem confio), sugeriu que escrevesse. "Escrever vai limpar-lhe a alma e a cabeça", dizia-me a médica. E surge a ideia do blogue porque, segundo ela, num caderno que ninguém vai ler, não faz muito sentido. Era melhor uma espécie de caderno virtual, por exemplo, onde possa surgir alguma troca de ideias, de partilhas, de perspectivas de vida diferentes, quem sabe com quem passa uma fase semelhante à minha, ou já passou... O objetivo é por-me a "falar" e se encontrar alguém disposto a "ouvir-me" e a trocar ideias comigo, melhor. 

Bom, o blogue já está criado, como se pode ver, e há muito que escrevo em cadernos virtuais como forma de escape... Só tive vergonha de o dizer, não fosse ela querer saber qual é o blogue... 

Resta-me, por fim, escrever mais, e mais sobre o que vai cá dentro. Confesso que com tudo o que tem acontecido nos últimos meses, perdi um pouco a vontade de desabafar em textos mais ou menos longos. Vou usando imagens, frases, que na maioria das vezes só eu percebo o que querem transmitir. Se calhar, deveria usar mais palavras minhas. Talvez me faça sentir mais leve... 

Acho que está na hora de perder o medo de dizer em voz alta como me sinto... Medo esse que nunca percebi como o ganhei... 

6 comentários:

  1. Concordo plenamente com a tua médica e sem dúvida que escreveres é melhor que pores imagens.
    Agora não me lembro qual é o teu problema de saúde (desculpa) mas facilmente encontras apoio e alguém que tenha passado ou passe pela mesma situação. Escreve até desabafares tudo e visita novos blogues para que outros visitem o teu e assim te possam apoiar e dar força.
    No primeiro ano de blogue (há uns 10 anos) passei por uma fase complicada que faz parte da adolescência e sentia-me bastante sozinha mas saber que em casa tinha sempre os blogues e as bloggers que gostava e que pareciam gostar de mim tornou tudo mais fácil de aguentar e ultrapassar.
    Por isso força nisso, escreve e desabafa muito :)

    ResponderEliminar
  2. Sua médica tem razão. Do que vale escrever, se ninguém vai ler, mesmo que sejam sobre nossos sentimentos confusos e historias que ninguém se interessa, né? Eu criei meu blog por necessidade de ter um lugar, um abrigo, um amigo. Eu amo escrever em meu blog, e não me importaria se ninguém me lesse, desde que eu sempre tenha aquele lugar para desabar, guardar meus textos, estou bem!

    Xx,
    www.memorizeis.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Força nessa luta! Deita tudo cá para fora :)
    Beijinhos menina Ellie

    ResponderEliminar
  4. Compreendo perfeitamente o que a tua médica diz... Há uns anos atrás, tinha um blogue (outro) que me ajudou imenso num período mais triste da minha vida... Tinha apenas um seguidor com quem falava e desabafava e com quem ria... Muito! Fazia me bem partilhar os meus sentimentos e pensamentos... Neste blogue, não exploro muito esse lado e talvez deve-se fazê-lo mais... Os blogues são um local de partilha dos bons e dos maus momentos! Força! Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Obrigada pelas vossas palavras de apoio!

    Beijinhos

    *********

    ResponderEliminar

Hi there!

*Leave joy, take joy.* ;)