29 de setembro de 2017

Palavras bloqueadas


Não tenho escrito tanto como gostaria. Antes, as palavras fluíam naturalmente e havia um post para partilhar todos os dias. Podia ser sobre qualquer coisa, mas escrevia e não ficava largos minutos a olhar para o monitor do computador à espera das palavras certas. Agora, elas estão numa espécie de bloqueio. Escrevo uma linha, apago, volto a escrever, volto a apagar... Nada parece fazer sentido. É tudo incoerente. A inspiração já não é o que era. Ou será o gosto pela escrita? 

Nestas ausências já ponderei em fechar o blogue. A verdade é que este pequeno mundo já não é o que era. Mas, depois, recuo na ideia e penso que gosto demasiado deste meu passatempo e deste meu pequeno refúgio de escrita. Além disso, tenho vindo a descobrir outros blogues, mais intimistas e pessoais, isentos de publicidade e patrocínios (nada contra esses, atenção), e tem valido muito a pena acompanhá-los. E é neste nicho que quero ficar. E neste registo também. 

Só espero é que a inspiração regresse rapidamente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Hi, there!
*Leave joy, take joy.* ;)