Tenho um filho muito engraçado...

E muito imaginativo também! 

Tenho estado doente estes dias. Um vírus desconhecido que achou que eu daria um bom hotel de 5 estrelas e só começou a fazer as malas para se ir embora ontem. Por causa disso, e mesmo eu já me sentindo melhor, o meu aspeto não é dos mais giros. Continuo pálida, com olheiras... Enfim, cara de doente mesmo. 

Hoje de manhã, quando o M me vê: Ai, mãe... Hoje pareces o Demi. Mas eu gosto muito de ti assim também... 

Demi, o amigo fantasma da Vampirina

Tenho um filho muito fofinho, não tenho?

♫ Cá por casa toca... ♫

Estou viciada nesta música... 
Estou viciada na letra... 
Na verdade, estou viciada em toda a banda sonora deste filme.
E, como não podia deixar de ser, estou viciada no filme. Dizer que adorei, é pouco. 


That Arizona sky burning in your eyes
You look at me and, babe, I wanna catch on fire
It's buried in my soul like California gold
You found the light in me that I couldn't find

So when I'm all choked up
But I can't find the words
Every time we say goodbye
Baby, it hurts
When the sun goes down
And the band won't play
I'll always remember us this way

Lovers in the night
Poets trying to write
We don't know how to rhyme
But, damn, we try
But all I really know
You're where I wanna go
The part of me that's you will never die

So when I'm all choked up
But I can't find the words
Every time we say goodbye
Baby, it hurts
When the sun goes down
And the band won't play
I'll always remember us this way

Oh, yeah
I don't wanna be just a memory, baby, yeah

When I'm all choked up
But I can't find the words
Every time we say goodbye
Baby, it hurts
When the sun goes down
And the band won't play
I'll always remember us this way, oh, yeah

When you look at me
And the whole world fades
I'll always remember us this way

Ainda não foi desta

Mais uma consulta e eu pensava que seria a última. Só que não, ainda não foi desta que tive alta. Eu sinto-me bem melhor, nem tem comparação com há uns meses atrás, mas a médica acha que eu ainda preciso de limar umas arestas, e trabalhar no meu calcanhar de Aquiles.  

Tenho andado um pouco mais em baixo, é certo, e acho que foi isso que ela sentiu. Não tenho conseguido organizar-me como queria, porque tenho um trabalho em mãos que está a dar-me cabo da cabeça e, por isso, tenho andado mais cansada. No entanto, nada a haver com o esgotamento, é mesmo só cansaço normal. 

Para além disso, ela colocou-me algumas perguntas às quais não consegui responder, o que deu a entender que há aqui um assunto que ainda não resolvi bem. Talvez a médica tenha razão, não sei, e honestamente não sei bem o que pensar...

Só pensava que ia ser a última vez que a ia ver e afinal... Saí de lá mais desanimada do que entrei...


♫ Cá por casa toca... ♫

'Cause when you love someone
You open up your heart
When you love someone
You make room
If you love someone
And you're not afraid to lose 'em
You'll probably never love someone like I do

Os dias passam a correr

Quantas vezes já tenho dito isto? Uff! Nem sei! Mas é a realidade. Acompanhem-me... 

Por volta das 7.30h já estou acordada. Bem antes até. Infelizmente o que tem acontecido ultimamente é que logo depois de desligar o despertador, volto a adormecer. Tenho andado mais cansada e por isso precisava de mais uns minutos de sono. Só que não pode ser, e o facto de adormecer, nem que sejam só cinco minutos, estraga-me logo o dia todo. 

Mas adiante... 

Dizia eu, em dias normais, às 7.30h já estou pronta para tomar o pequeno-almoço, para logo depois ir adiantando algumas tarefas domésticas. Quando dá, claro. O pequeno acorda, trato dele, do lanche para a escolinha, e às 8.50h, mais ou menos, estou a sair de casa para o ir levar. É perto, mas opto sempre por ir de carro por ser mais rápido e, assim, perder menos tempo. Ele não tem o mesmo ritmo de caminhada do que eu, por isso é mais fácil assim. 

Regresso a casa e das duas uma: se tenho um trabalho urgente para entregar, é a primeira coisa que faço e tudo o resto fica para segundo plano. Quando os prazos não estão a apertar, é durante a manhã que sou mais dona de casa. Pôr roupa a lavar, a secar, aspirar, limpar o pó, arrumar louça, passar a ferro, organizar armários, fazer alguma tarefa pendente, ir às compras... Os afazeres vão variando de dia para dia, mas há sempre alguma coisa para fazer... De salientar que tento fazer o máximo que posso em duas horas. Sim, porque volta das 11h tenho que começar a preparar o almoço, dependendo do que for fazer. Quando tenho ajuda, esta parte fica de fora (a minha mãe ajuda muito neste aspecto). 

Às 12.15h vou buscar o M para almoçar e cinco minutos antes das 14h volto a levá-lo à escola. Está lá cerca de uma hora e  meia, e neste período, ou termino alguma tarefa que ficou de de manhã, ou começo a tratar do meu trabalho enquanto revisora. Por norma, verifico e respondo a e-mails, organizo o trabalho por datas de entrega, faço as pesquisas necessárias para o trabalho que tenho em mãos... E às 15.20h volto a ir buscá-lo. Sim, são quatro viagens por dia até à escola. ;)

Já em casa, dou-lhe o lanche e volto ao computador para trabalhar enquanto ele se vai entretendo sozinho. Tenho sorte nesse aspecto. Vou lhe dando desenhos, fichas para fazer, ele vai brincando com as coisas dele, e assim vou conseguindo trabalhar. Tem dias em que sou várias vezes interrompida, mas por norma consigo fazer o que pretendo. 

Só por volta das 19h é que começa a rotina do banho, jantar, mais tarefas domésticas... Em dias mais complicados, é à noite que adianto mais trabalho para conseguir cumprir os prazos, ou então faço aquelas tarefas domésticas mais "agradáveis" como passar a ferro, por exemplo. Como não tenho empregada, tenho mesmo que fazer tudo. :) 

E assim se passa um dia num piscar de olhos. Não tenho tempo para olhar para o lado e, muitas vezes, dou por mim a pensar como fazem aquelas pessoas que trabalham das 8h às 18h e ainda conseguem ir ao ginásio... Alguma coisa fica por fazer, certo? É só uma pergunta, não é uma crítica... ;) 

Gostava de conseguir ser mais organizada ainda para ter uns minutos extra só para mim. Para já, ainda não consegui, mas esse é um objetivo. Quero muito aproveitar o tempo da melhor forma para não ficar com aquela sensação de que a semana passou a voar e eu fiz muitas coisas, mas nada de jeito. Será que me percebem? 

Bom... Estes são os meus dias. Nada de interessantes, portanto. Agora vou buscar o M e tratar de trabalhar. 

Just another lazy Monday... [6]


Hoje teria sido um bom dia para ficar na preguiça... Mas não pôde ser...
Fica para uma próxima.  



Para este fim de semana


É tudo o que me apetece...