Admitir o quê?


A médica não me quer dar alta. Diz que fisicamente estou melhor, mas que psicologicamente ainda não. O esgotamento abalou a minha estrutura emocional, fez-me sentir incapaz, inferior, colocou-me num estado pré-depressivo (palavras dela, não minhas), e, por isso, ainda há algumas arestas para limar. Se me deixar agora, é possível que entre em depressão e enquanto eu não for capaz de admitir isso, não me dá alta. 

Mas... Admitir o quê? Que há dias em que me sinto desanimada? Sim, há. E que às vezes estou mais cansada do que o habitual? Sim, estou. Daí a estar perto de uma depressão... Tenho dias maus, claro, mas também tenho dias bons, de ânimo e de alegria. 

Não sei onde ela quer chegar... Só queria era que esta fase de "doente" chegasse ao fim. Que me dissesse: está óptima, está pronta para "encarar as feras". Porque, honestamente, enquanto ela não me disser isso, vou continuar macambúzia e com dúvidas (até de mim). 

Estou chateada.  

12 comentários:

  1. Já passei por isso. Andei medicada durante meses a fio. Queremos que passe depressa a fase de doentes, mas demora. Devagar e bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem sido bem devagar... Mas se é para o melhor, que seja! Obrigada :)

      Eliminar
  2. Toda a cura leva o seu tempo... têm que ser devagar... entender o processo! Força!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Demora. Também lá passei. Fiz terapia mas a melhor terapia foi feita por mim própria. Apanhar ar, conhecer lugares e pessoas.
    Não tenhas pressa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, nem posso ter. Tem que ser devagar...
      Obrigada :)

      Eliminar
  4. Eu pelo "contrario" já admiti que tenho um "problema" e ainda não me encorajei a pedir a ajuda necessaria.

    ResponderEliminar
  5. Tudo a seu tempo. Tenho a certeza que daqui a um tempo o discurso será muito mais positivo.
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. O importante é que tudo comece dentro de ti, independentemente das palavras que a médica te disse. O mais importante é que te sintas melhor. Dias maus vai haver mas que sejam superados e postos atrás das costas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a trabalhar para melhorar, em todos os aspectos, mas parece que não chego a lado algum. Lá terá que ser como ela diz: devagar se vai ao longe...
      Obrigada :)

      Eliminar

Hi there!

*Leave joy, take joy.* ;)