Admitir o quê?


A médica não me quer dar alta. Diz que fisicamente estou melhor, mas que psicologicamente ainda não. O esgotamento abalou a minha estrutura emocional, fez-me sentir incapaz, inferior, colocou-me num estado pré-depressivo (palavras dela, não minhas), e, por isso, ainda há algumas arestas para limar. Se me deixar agora, é possível que entre em depressão e enquanto eu não for capaz de admitir isso, não me dá alta. 

Mas... Admitir o quê? Que há dias em que me sinto desanimada? Sim, há. E que às vezes estou mais cansada do que o habitual? Sim, estou. Daí a estar perto de uma depressão... Tenho dias maus, claro, mas também tenho dias bons, de ânimo e de alegria. 

Não sei onde ela quer chegar... Só queria era que esta fase de "doente" chegasse ao fim. Que me dissesse: está óptima, está pronta para "encarar as feras". Porque, honestamente, enquanto ela não me disser isso, vou continuar macambúzia e com dúvidas (até de mim). 

Estou chateada.  

Quando não encontras as palavras certas...




E quando as encontrar, eu vou querer falar sobre isso...  

Ainda sobre o Amor...

Quando ele é verdadeiro...


As dificuldades são ultrapassadas e nada, nem ninguém, o consegue destruir. 


E eu e o C somos um exemplo disso... 

Um brinde ao Amor ♥




When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we see
No I won't be afraid
No I won't be afraid
Just as long as you stand, stand by me

And darling, darling stand by me
Oh, now, now, stand by me
Stand by me, stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
And the mountain should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry
No I won't shed a tear
Just as long as you stand, stand by me

And darling, darling stand by me
Oh, stand by me
Stand by…

Um brinde ao amor ♥

Sou uma romântica incurável. Gosto de ver o amor em pequeno gestos, como aqueles que consegui ver no casamento de que todos falaram e ainda falam: o Casamento Real. 

Eu acredito mesmo que eles estão apaixonados, de verdade! Por muito que digam que "ah e tal, ela é atriz" não consigo acreditar que se finja tão bem e por muito tempo algo que não se sente. Além disso, parece-me descabido mudar a vida toda sem ser por um motivo muito importante. Já pararam para pensar a volta que a vida da noiva vai dar por fazer parte da Família Real? Tem que gostar mesmo muito dele para aceitar fazer parte daquele "mundo". Se não é Amor... ;)

Bom... Estou a divagar... E é meu lado mais romântico a falar... :) 

Ah! E não podia deixar de partilhar este vídeo... Um brinde ao Amor ♥


(Manter o) Foco


Sinto que de há umas semanas para cá vinha a perder o foco do que prometi a mim mesma há uns meses atrás aquando das primeiras consultas. Foi delineado um caminho com uma meta só e, não sei porquê, vinha a desviar-me desse objetivo. Ou se calhar até sei. É mais do mesmo. 

Não posso preocupar-me em demasia com os outros. Quero dizer, é óbvio que não vou deixar de me preocupar com os que me rodeiam, sobretudo com os que me são próximos, mas o que não posso é colocar-me em terceiro plano. Sempre tive esse péssimo hábito. Primeiro os demais, depois, então, preocupava-me comigo. Claramente esta não é uma atitude correta e isso levou-me a conflitos que ainda hoje estou a tentar gerir. E estava a entrar novamente por esse caminho. Não, não pode ser. Não posso esquecer-me de mim, de cuidar da minha pessoa, que era o que estava a acontecer nestas últimas semanas. Se não parasse para refletir sobre os meus atos, depressa voltava à estaca zero. 

Hoje o dia tem sido de introspeção. De auto-análise. Acho que às vezes é preciso parar para pensar, assentar os pés na terra, concentrar-me no que pretendo e voltar ao caminho que tracei. 

"Back on track!" Que é como quem diz, novamente no bom caminho e bastante focada no que é mais importante para mim. 

Dias destes


Trabalhar sozinha faz-me sentir algumas vezes... sozinha. Tem dias em que não importo mesmo nada, até prefiro, mas tem outros que me faz falta uma companhia, alguém para trocar meia dúzias de palavras sobre o tempo, a promoção de detergentes, ou o último filme que saiu no cinema... Eu vejo pessoas todos os dias, vou levar o M à escola e falo com uma ou outra mãe, com as auxiliares, com a educadora... Mas são no máximo 10 minutos e não é bem a mesma coisa. Depois que chego a casa sou eu e o computador. E só. 

Claro que o M quando está em casa me faz imensa companhia, que eu adoro e não trocaria por nada. Só que é diferente. Há dias em que faz falta aquele/a colega de trabalho para ir tomar o típico café nos dez minutos de pausa pela manhã. Ou para pedir uma opinião sobre o trabalho que estou a fazer. Enfim... Há dias em que me sinto sozinha. 

Hoje é um desses dias... 



Sobre mim (em onze factos)


Aceitei o desafio da Sonhadora (obrigada!) e, respondendo às suas perguntas, dou-me a conhecer um pouquinho mais... 


1- Se fosses uma estação do ano qual serias?

Primavera, sem dúvida! 


2- Algo que te tenha marcado? (Pessoa, filme, música, momento ...)
O nascimento do meu filho. Mudou-me para sempre. 


3- Se viajasses no tempo, visitarias que época?
Não visitaria uma época, mas um ano em particular e mudava algumas coisas se pudesse. 


4- És supersticiosa? Se sim, qual é a tua maior superstição?
Não sei se é superstição, mas acredito que não se deve expor demasiado os nossos sucessos ou os nossos planos. Se o fizer, penso logo que não vai correr bem... 


5- A quem oferecias um bilhete de avião de ida mas sem volta?
Honestamente, a ninguém. Se fosse há uns tempos, não respondia desta forma. Mas superei e aprendi que o ódio não nos leva a lugar algum. 


6- Define-te numa palavra?
Aprendiz. Porque estou sempre a aprender, todos os dias, com alguma coisa. 


7- O último filme que viste?


8- És daquelas pessoas que se arrepende daquilo que faz ou daquilo que não faz?
Ambas. Porque já fiz e arrependi-me, e também já optei pelo silêncio ou por manter-me quieta, e fiquei a pensar como teria sido se tivesse agido. 


9- A melhor surpresa que tiveste até hoje?
As desculpas de alguém que errou comigo e reconheceu ao fim de muito tempo. Não esperava e surpreendeu-me quando o fez. 


10- A maior desilusão que tiveste até hoje?
Já tive várias, mas a pior mesmo foi alguém em quem confiava ter tentado minar a minha vida e ter-me perseguido durante alguns meses. 


11- O teu lema de vida?
Tenho vários, mas vou escolher este: "Aceita o que é, larga o que já foi, acolhe o que será."

Agora as regras deste desafio: 

* Agradecer à Blogger que te nomeou.
* Responder às 11 perguntas que te foram dadas. 
* Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas. 
* Colocar as regras e incluir o logótipo do prémio no post.

Resta-me, então, nomear 11 bloggers e colocar-lhes 11 questões. 

Nomeio: 

ML 
Um mundo a três [fica para quando regressares ao blogue, pode ser? ;) ]

Agora as perguntas... Por achar divertido, escolhi fazer do género, preferes isto ou aquilo? Sendo que só vale responder uma das hipóteses apresentadas. ;) 

1. Roxo ou verde esmeralda? 
2. Pizza ou corneto de chocolate?
3. Frio ou chuva? 
4. Instagram ou facebook?
5. Um mergulho no mar ou um mergulho na piscina?
6. Ficar com 10 anos para sempre, ou com 100 anos para sempre?
7. Leitura ou cimena?
8. Correr ou saltar à corda?
9. Durante um dia, preferias ser o Donald Trump ou o José Castelo Branco?
10. Dizer tudo o que pensas ou nunca mais poderes falar?
11. Ofereciam-te um super poder, escolhias conseguir tornar-te invisível ou poder ler o pensamento dos outros?

Merece ser partilhado

Não sou de falar sobre produtos de beleza por aqui, não é essa a minha praia, mas desta vez achei que o que experimentei merecia ser partilhado.

Num destes dias, enquanto fazia algumas compras, passei pelo corredor dos produtos de beleza e deparei-me com os produtos da marca Simple. O que me chamou a atenção foram as máscaras de tecido, sobre as quais já tinha ouvido tanto falar. Nunca tinha pensado em experimentar sequer, mas naquele dia, não sei porquê, trouxe uma comigo.


O preço era bem simpático (cerca de 2€) e o facto de aquela em particular ser para peles "stressadas" despertou ainda mais a minha curiosidade. Era o que estava mesmo a precisar! Claro que antes tive que espreitar os ingredientes, pois como tenho uma pele muito complicada, não queria correr riscos. Mas parecia que não havia nada que pudesse despertar uma alergia no rosto.

Ora... Claro que a primeira coisa que fiz mal cheguei a casa foi experimentar a máscara. Segui as instruções, e passados os 15 minutos, retirei. Já durante o uso daquela a sensação é agradável, de frescura. E senti, de facto, a pele a relaxar. Numa palavra apenas: ADOREI! 

Mais: sabem quando dormem muito bem e acordam com a pele resplandecente? Com um brilho maravilhoso e super suave? Foi assim que fiquei em 15 minutos! Palavra de Ellie. ;)

E foi por estas razões tão boas que quis muito partilhar esta minha descoberta. Mas acho que este foi o único momento de beauty blogger por aqui. É que não tenho muito jeito para isso... (he he he). 

Fogem-me as palavras


Tenho tido vários momentos assim, em que as palavras não aparecem. Por vezes, surgem ideias, temas, sobre os quais gostaria de escrever e partilhar por aqui, mas assim que abro o editor, as palavras fogem... Nos últimos tempos tem sido recorrente, e até mesmo para escrever estas simples linhas, estive uma eternidade para começar. Cansaço? Talvez. Tenho feito tantas revisões, corrigido tantos textos nos últimos dias, que quando quero escrever aqui, sinto-me bloqueada. Espero que passe... Porque escrever neste pequeno espaço é o meu hobby favorito. 

Três desejos

Esta mala (da Tous) é linda! Mais ao vivo, juro. Há também em azul e escolher entre as duas é difícil. O único senão é o preço... Fica o desejo. ;) 


Gostava de ter esta capacidade..



Com as insónias a não quererem largar-me, uma boa noite de sono vinha mesmo a calhar...


Ah! Boa semana! :)

Por aqui...


Uma gripe que não me quer largar desde o início da semana. A febre que aparece e desaparece e volta a aparecer. E a energia que eu quero muito ter e não estou a conseguir... 
Aguardo dias melhores...